Cantor George Michael morre aos 53 anos

Artise - Fotos

O cantor George Michael foi encontrado morto, aos 53 anos, na tarde deste domingo (25/12), em sua casa em Oxfordshire, na Inglaterra. Quem confirmou a informação foi o agente do artista. Líder de venda nos anos 1980, George ficou conhecido por sua voz aguda e marcante, além das diversas polêmicas em que se envolveu durante toda a sua carreira.
“É com grande tristeza que confirmamos que nosso amado filho, irmão e amigo George morreu pacificamente em casa durante o período do Natal”, disse o assessor. “A família gostaria de ter sua privacidade respeitada nesse momento difícil e emotivo. Não haverá mais comentários nessa hora”, completou.
O serviço de emergência recebeu um chamado às 13h42 (11h42, horário de Brasília) deste domingo, no condado de Oxfordshire, no sudeste da Inglaterra, onde morava o cantor. De acordo com a polícia britânica, não há circunstâncias suspeitas na morte do cantor, como drogas ou álcool.
Georgios Kyriacos Panayiotou — verdadeiro nome do cantor — nasceu em Londres, em junho de 1963. Ao longo de sua carreira de quase quatro décadas, ele vendeu mais de 100 milhões de discos.
O cantor começou a carreira artística como integrante da banda Wham! e emplacou diversos sucessos, como Wake Me Up Before You Go-Go. Um de seus maiores hits, Careless Whisper, viria em 1984, já em um disco solo.
Além dos sucessos, sua carreira também foi marcada por diversas polêmicas. Em 1998, por exemplo, Michael foi preso por atentado violento ao pudor, em Beverly Hills, por tentar fazer sexo com um homem em um banheiro público. O episódio o obrigou a assumir publicamente sua homossexualidade.
Ele também tem um histórico de envolvimento com drogas, como crack e maconha. Em junho de 2015, veio a público a informação de que o cantor teria, inclusive, passado um ano internado em uma clínica de reabilitação na Suíça.

Fernando Jordão – Especial para o Correio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *