Brasil marca presença no mercado de cinema Ventana Sur

Artise - Fotos
O Brasil marca presença na oitava edição do mercado de cinema latino-americano Ventana Sur, que acontece na capital argentina, Buenos Aires, a partir desta terça (29). Com programação até o dia 3 de dezembro, o evento contará com a presença de 30 representantes de produtoras brasileiras independentes, além da exibição de produções nacionais já finalizadas em salas de cinema e uma série de projetos selecionados para as diversas seções do mercado. O mercado internacional ainda conta com a participação do diretor-presidente da Agência Nacional do Cinema (Ancine), Manoel Rangel, e da assessora internacional Ana Julia Cury Cabral.
O Ventana Sur é organizado em parceria pelo Instituto Nacional de Cine y Artes Audiovisuales (INCAA) e pelo Marché du Filmdo Festival de Cannes. Para incentivar a participação das empresas brasileiras de audiovisual no mercado exterior, a Ancine, por meio do Programa de Apoio à Participação de Produtores de Audiovisual em Eventos de Mercado e Rodadas de Negócios, ajudou a viabilizar a participação nacional no evento.
Além dos eventos de comercialização e competição, o Ventana Sur terá em sua programação o 4º Encontro de Coprodução Brasil-Argentina-Uruguai-Chile-Paraguai-Colômbia, que será realizado na manhã do dia 1° de dezembro, a partir de parceira da Ancine com os institutos correspondentes da Argentina (INCAA), Uruguai (ICAU), Chile (CNCA), Paraguai (SNC) e Colômbia (Proimágenes). A atividade busca promover o intercâmbio entre produtores destas nacionalidades que possuam projetos com potencial para serem realizados em regime de coprodução entre os seis países. Estão confirmadas as presenças de mais de 150 produtores, sendo 38 brasileiros.
Ainda no dia 1º, no período da tarde, o diretor-presidente da Ancine, Manoel Rangel, que também ocupa o cargo de secretário executivo da Conferência de Autoridades Cinematográficas de Iberoamérica (CACI), comanda o evento de lançamento do novo site da entidade ao lado de Elena Vilardell, secretaria técnica do Programa Ibermedia. O lançamento coincide com o aniversário de 25 anos da CACI, integrada por 16 países membros, 6 estados observadores, e a Itália, desde outubro último, como país convidado. A conferência é uma organização internacional que tem como objetivo o desenvolvimento da cinematografia dentro do espaço audiovisual dos países ibero-americanos.

Projetos e obras brasileiras no Ventana Sur

Dentro do programa Blood Window – sessão do evento dedicada a projetos de longas latino-americanos de fantasia – acontece, nos dias 1º e 2 de dezembro, o Encontro Beyond the Window, onde produtores e diretores apresentam seus projetos em desenvolvimento. Serão apresentados 22 projetos no encontro, dos quais dois são coproduções com o Brasil: Bayle, de Pablo Gozalves (Bolívia/Brasil) e Água dos porcos, de Roly Santos (Brasil/Argentina).
Ainda no dia 2, no programa de animação, 14 projetos de longa-metragem e série de TV são apresentados por suas equipes, incluindo o longa Nina, uma coprodução Brasil-Argentina. Já Corpo elétrico, de Marcelo Caetano, aparece na agenda do Primer Corte, onde os selecionados concorrem a uma série de prêmios.
A sessão Films in Progress, onde obras em fase de pós-produção são disponibilizadas para análise de representantes do mercado, traz 37 filmes, sendo 6 títulos nacionais – A espera de Liz, de Bruno Torres; Bio, de Carlos Gerbase; Como nossos pais, de Laís Bodanzky; Hotel Mundial, de Jarleo Barbora; Sobre rodas, de Mauro D’Addio; e Uma noite não é nada, de Alain Fresnot – e uma coprodução com Argentina, A morte de Marga Maier, de Camila Toker.
Além dos eventos de comercialização e competição, produções nacionais já finalizadas também serão exibidas em salas de cinema no decorrer dos dias de evento. Entre os 12 filmes brasileiros com sessões confirmadas para o Ventana Sur, estão Mãe só há uma, de Anna Muylaert; O roubo da taça, de Caito Ortiz; e Através da sombra (imagem de divulgação da capa), de Walter Lima Jr.
A programação completa do evento está disponível no site oficial.
Assessoria de Comunicação
Ministério da Cultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *